Domingo, 03 de Julho de 2022

Notícias

Quarta-Feira, 15 de Junho de 2022 20:13

Sorriso: UPA ganha reforço e passa atender com cinco médicos por plantão

Sorriso: UPA ganha reforço e passa atender com cinco médicos por plantão ASSESSORIA

A decisão foi tomada pelo prefeito Ari Lafin, após avaliar os números dos atendimentos apresentados pelo secretário de Saúde e Saneamento, em exercício Estevam Calvo

A partir desta quarta-feira (15), a equipe da Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas (UPA24H, que antes era composta por quatro médico, contará com o reforço do quinto médico.  A decisão foi tomada pelo prefeito Ari Lafin, após avaliar os números dos atendimentos apresentados pelo secretário de Saúde e Saneamento, em exercício Estevam Calvo.

“Temos acompanhado e avaliado como aumentou a procura por atendimentos na UPA24H, e reconhecemos os esforços das equipes, porém compreendemos que é necessário mais um médico para que pudesse agilizar os atendimentos a população. Apresentamos os números dos atendimentos ao prefeito Ari Lafin, que prontamente entendeu a necessidade e determinou a contratação imediata.

Além da UPA24H a Rede Pública de Saúde Municipal oferece ainda atendimento em horário estendido na Unidade de Saúde do Novos Campos, conhecida como “Upinha”, que atende das 18h até as 6h, de segunda-feira a sexta-feira, que fica na região leste.

“Sorriso cresceu muito e a UPA24H que temos, que foi construída há mais de 10 anos, já ficou pequena, defasada, apertada. Está em fase de projeto a nova UPA24H, porte 2, e está em construção a Policlínica da região leste, com isso acreditamos que vai agilizar o atendimento a nossa população, mas até começar a funcionar precisamos dar um suporte melhor, e esse quinto médico vai agilizar o atendimento as pessoas para diminuir o tempo de espera. Saúde sempre será prioridade, afinal lidamos com vidas”, explicou o prefeito Ari Lafin.

O corpo clínico da unidade é composto por cinco médicos por período, além de um médico ortopedista. São quatro equipes de enfermagem, (cada equipe tem três enfermeiros), nove técnicos de enfermagem, dois técnicos na central de material, e mais dois na imobilização gesseira um farmacêutico,  quatro atendentes de farmácia e quatro técnicos em radiologia, uma assistente social e cinco motoristas.

“É importante compreender que a UPA é unidade de Urgência e Emergência, só os casos extremos devem procurar atendimento no local, os demais casos como dores, febre, vômitos, entre outros devem procurar as Unidades de Saúde para que seja feito o atendimento e investigação”, explicou o coordenador da Atenção Especializada, enfermeiro Matheus Freiria.

Ao chegar no serviço de Emergência o usuário é atendido por um profissional da enfermagem que faz uma avaliação das queixas relatadas, sinais e sintomas clínicos apresentados.

Como é feita a classificação de risco:

Após essa triagem, o paciente é classificado em uma escala de prioridades definida por cores:

Vermelho (emergência), o paciente necessita de atendimento imediato.

Laranja (muito urgente), o paciente necessita de atendimento praticamente imediato, em cerca de 10 minutos.

Amarelo (urgente), o paciente necessita de atendimento rápido, mas pode aguardar por até 50 minutos, como é o caso de quadros de pequenas hemorragias ou desidratação.

Verde (pouco urgente), o paciente pode aguardar atendimento por até 2 horas ou ser encaminhado para unidades de saúde.

Azul (não urgente), o paciente pode aguardar atendimento por até 4 horas ou ser encaminhado para outros serviços de saúde. Da mesma forma que a classificação verde, essas pessoas possuem sintomas mais comuns e estabilidade hemodinâmica, apresentando doenças que podem ser investigadas e tratadas nas unidades de saúde.

Fonte: ASSESSORIA

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}