Segunda-Feira, 15 de Julho de 2024

Notícias

Sexta-Feira, 29 de Setembro de 2023 09:16

Sorriso: Saúde da início à série de mutirões de cirúrgicas oftalmológicas; Uma aplicação de mais de R$ 800 mil

Cinquenta sorrisenses devem realizar nessa sexta-feira (29.09), cirurgia de cataratas. E para garantir mais comodidade aos pacientes, tudo será realizado aqui mesmo, em Sorriso. Quem detalha um pouco mais sobre isso é a coordenadora da Central de Regulação do Município, Jéssica Toniazzo Lemos.

 

 

Jéssica frisa que hoje a Central trabalha com uma lista com a necessidade 700 procedimentos oftalmológicos que incluem cirurgias de catarata e de pterígio.  Desse total, 350 serão realizados até o fim de outubro com os primeiros 50 sendo contemplados amanhã; os outros 350 passarão pela cirurgia até o fim de novembro. “Nós contabilizamos por procedimentos porque geralmente a pessoa acaba tendo que operar ambos os olhos, sendo duas cirurgias; então, nesse caso o número de pacientes é menor”, explica.

 

 

Para o prefeito Ari Lafin, trazer uma equipe para realizar as cirurgias em Sorriso faz toda a diferença. “Buscamos garantir mais conforto, esse é um procedimento rápido, a pessoa já é liberada no dia, então realizar aqui garante que o paciente já vá para casa para a recuperação logo após o procedimento”, reforça. Já houve períodos, lembra Ari, que para um procedimento oftalmológico o paciente tinha que ser encaminhado à Cuiabá. Agora os profissionais do Centro Mato-grossense de Oftalmologia (CMO), vem até o Município para atender.

 

 

E além do mutirão que inicia amanhã, outra frente de saúde já vem realizando cirurgias oftalmológicas. A equipe do Hospital e Maternidade Nossa Senhora de Fátima vem realizando procedimentos oftalmológicos desde o início de setembro; já foram realizadas 60 cirurgias no local. Tudo via Consórcio de Saúde Vale do Teles Pires.

 

 

O gestor da pasta de Saúde e Saneamento, Luis Fábio Marchioro, destaca que para a realização das 700 cirurgias previstas e os 60 já realizadas, serão investidos mais de R$ 800 mil – R$ 836.000,00; em uma parceria Município/Estado por meio do Programa Fila Zero.   

 

 

E a porta de entrada para tudo isso, vale sempre lembrar, é o Programa de Saúde da Família (PSF). Diante de qualquer alteração, basta que o paciente procure o PSF mais próximo de onde reside; é no PSF com a avaliação médica que o paciente é encaminhado para o atendimento especializado e também para a realização de exames, acompanhamentos e, caso necessário, para cirurgias. “Hoje com 29 unidades de saúde nós temos 100% de cobertura em atenção primária no Município.  Precisou? Procure o PSF”, finaliza Marchioro.

 

 

E se você é um dos pacientes que está na lista de espera para cirurgias de catarata ou de pterígio, fique de olho no telefone, pois a equipe da Central pode entrar em contato para informações sobre seu agendamento. Outra dica importante é manter seu número de telefone e endereço atualizado, a ação é rápida e fácil e pode ser feita no PSF.

 

 

 

 

Fonte: Assessoria

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}