Segunda-Feira, 15 de Julho de 2024

Notícias

Segunda-Feira, 25 de Setembro de 2023 14:20

Sorriso: Roda de conversa é promovida na Praça da Integração com temas de saúde mental e autocuidado

Setembro carrega o tom amarelo. E não é à toa. O amarelo remete ao verão, luz, calor, descontração, otimismo e alegria. Na prática, sensações que quem está passando por problemas de saúde mental não consegue vivenciar de verdade. E para chamar a atenção e dizer “precisamos falar sobre saúde mental” é que o mês de setembro vem carregado de significados. E para falar mais disso, na última quinta-feira, 21 de setembro, a equipe do Ambulatório de Saúde Mental Infantojuvenil (Integrar) realizou uma roda de conversa na Praça da Integração. Voltado à comunidade como um todo, o momento tratou sobre saúde mental e autocuidado. Além, de e apresentar a rede de atendimento disponível no Município para quem está precisando de ajuda.

Conforme a coordenadora do Integrar, Luciana Azevedo, o encontro foi aberto à comunidade.  “Nossa meta no serviço de saúde é dar suporte para crianças, adolescentes e adultos portadores de sofrimento mental; Sorriso oferta esse serviço com qualidade em todas as fases da vida do paciente, tanto no Integrar quanto no CAPS e, contamos ainda com o apoio dos profissionais do AME”, explica. “nessa roda de conversa explicamos um pouquinho sobre cada serviço ofertado e como buscar essa ajuda”, salienta.

No Integrar 

Luciana ressalta que no Integrar é ofertado um modelo terapêutico diferenciado, em que o usuário não é retirado de seu contexto social e relacional, funcionando como um serviço ambulatorial, com a presença de equipe multiprofissional, composta de médico psiquiatra, enfermeiro, psicóloga, educador físico e assistente social. O Integrar fica na rua Cuiabá, n.º 351 no bairro Bom Jesus. Para atendimento no Integrar, a criança ou adolescente deve passar por consulta e encaminhamento pelas equipes dos Programas de Saúde da Família (PSFs).

 No CAPS

Ao contrário do Integrar, no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Nova Vida | Maria Zélia da Silva Cosmos, o atendimento é por livre demanda, isso é, não é necessário encaminhamento. Basta comparecer à unidade com os documentos pessoais e o cartão SUS. Por lá, os pacientes recebem atendimentos individuais e em grupos, tanto com os usuários quanto com seus familiares, por meio de oficinas terapêuticas; projetos de inclusão social; inserção em cursos para entrada no mercado de trabalho; eventos de promoção e educação em Saúde Mental.

A equipe do CAPS é multidisciplinar composta por médico, enfermeira, psicólogos, assistente social, pedagoga, artesã, técnicos de enfermagem, educador físico, motorista, merendeira e zeladora. O CAPS atende de segunda a sexta-feira, das 7 às 11 horas e das 13 às 17 horas, na Rua Adolino Bedin, Jardim América.

 No AME

No Ambulatório Multiprofissional Especializado (AME) também é ofertado tratamento psicológico e psiquiátrico. O encaminhamento para atendimento no espaço é realizado pelos profissionais das Unidades de Saúde da Família após avaliação inicial do paciente. O AME atende na Avenida Brasil, n.º 821.

Ampliando o debate

E para ampliar o debate e reforçar a ideia de que sim, é preciso falar sobre saúde mental, na próxima quinta-feira, 28 de setembro, a equipe estará discutindo saúde mental na Praça dos Jacarandás no Jardim Primavera. Aberto à comunidade em geral o encontro terá início às 18 horas.

Todas as ações também integram o trabalho desenvolvido pela Comissão de Integração de Ensino e Serviço (Cies) da Secretaria de Saúde e Saneamento (Semsas).

Fonte: Assessoria

FOTOS DA NOTÍCIA Clique na foto para abrir

NOTÍCIAS

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}