Quarta-Feira, 29 de Maio de 2024

Notícias

Sexta-Feira, 17 de Novembro de 2023 15:15

Sinop: Motociclista que matou criança atropelada durante "racha" indiciado por homicídio doloso

Foi concluído o inquérito policial instaurado para apurar o acidente de trânsito que resultou na morte de uma criança de sete anos, ocorrido no último dia 2 de novembro, durante um racha em Sinop (498 km de Cuiabá). O condutor do veículo, que não possuía CNH, estava bêbado e disputava um racha com outro motociclista.

 

 

A vítima morreu no local do acidente e o suspeito foi preso em flagrante por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Contudo, com a conclusão das investigações, o delegado Ugo Ângelo Reck Mendonça mudou a tipificação do crime para homicídio doloso por entender que o motociclista com suas condutas assumiu o risco de matar alguém.

Para o delegado, durante as investigações foram encontrados diversos elementos que fizeram mudar a tipificação penal do crime.

 

 

“O suspeito assumiu que ingeriu bebida alcoólica, estava trafegando na contramão e em alta velocidade. Ele negou que estava praticando o racha, mas disse que seus pés estavam levantados para trás no momento do acidente”, detalhou.

 

 

As imagens de uma câmera confirmaram que o suspeito e mais amigo estavam praticando manobras radicais em alta velocidade. O vídeo mostrou que o motociclista estava deitado em cima da moto com as pernas esticadas para trás, manobra conhecida como “Superman”.

 

 

Com o laudo da perícia ficou comprovado que o motociclista atingiu uma velocidade de 70km/h em uma via na qual o máximo permitido é de 40 km/h. 

 

 

Testemunhas relataram à investigação, que a criança atravessou a rua após a primeira motocicleta passar e que acabou sendo atingida pelo segundo veículo pilotado pelo suspeito.

 

 

O inquérito foi concluído dentro do prazo de 10 dias para réu preso e foi encaminhado ao Ministério Público para análise e denúncia.

 

 

 

 

 

Fonte: Repórter MT

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}