Terça-Feira, 27 de Fevereiro de 2024

Notícias

Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2024 10:28

PC fecha cabaré que rifava mulheres por R$ 50 reais em festa de aniversário; programação incluía striptease e sexo lésbico

 Polícia Civil do município de Água Clara (MS) realizou, neste sábado (11/2), operação para fechar uma casa de prostituição chamada Bar da Mel. O estabelecimento divulgou, pelas redes sociais, uma festa para comemorar um ano do estabelecimento.

A programação incluía striptease a cada meia hora, exibição de vídeos com conteúdo sexual e uma rifa no valor de R$ 50 “valendo a noite inteira com uma mulher”. Além disso, anunciava também mulheres tendo relações sexuais “ao vivo” no estabelecimento.

A programação de 1 ano do Bar da Mel foi divulgada da seguinte forma:
1ª Programação da noite: strip a cada meia hora;
2ª Programação da noite: rifa no valor de R$ 50,00 (cinquenta reais), valendo a noite inteira com uma mulher;
3ª Sexo rodando no telão a noite inteira;
4ª Sexo entre duas mulheres ao vivo”

As autoridades responsáveis pela operação esclareceram que o bar realizava, com frequência, bingos e rifas com diferentes prêmios, como noites com mulheres e atos sexuais.

As autoridades responsáveis pela operação esclareceram que o bar realizava, com frequência, bingos e rifas com diferentes prêmios, como noites com mulheres e atos sexuais.

A prostituição não é crime no Brasil, mas a exploração sexual de terceiros sim. No caso das rifas promovidas pelo bar, as profissionais do sexo não tinham o direito de escolher os clientes ou o valor cobrado.

 

A operação foi feita por policiais civis de Água Clara e também do Setor de Investigações Gerais (SOG) de Três Lagoas.

A proprietária do local foi levada à delegacia e pode responder por manter a casa de prostituição, explorar jogos de azar e exercício irregular de profissão.

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}