Quarta-Feira, 24 de Abril de 2024

Notícias

Quinta-Feira, 03 de Março de 2022 14:34

MT: Dez presos são aprovados no Enem e irão estudar em universidades públicas

MT: Dez presos são aprovados no Enem e irão estudar em universidades públicas REDE SOCIAL

Dez presos foram aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 e irão estudar em universidades públicas, de acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT). As matrículas nas instituições vão até dia 8 de março.

O reeducando Fernando Veríssimo de Carvalho alcançou a maior nota entre os aprovados do sistema penitenciário de Mato Grosso no Enem. Ele atingiu 660 pontos na redação e a média geral de todas as provas dele chegou a 711.

Agora, ele pretende estudar Psicologia na Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), a 218 km de Cuiabá.

As outras notas altas entre os reeducandos foram registradas no Centro de Ressocialização de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, com 560 pontos. Já na Penitenciária Major PM Eldo Sá Corrêa, em Rondonópolis, foram quatros aprovados, com notas entre 540 e 660.

A inclusão dos presos na modalidade do Enem para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL) faz parte da política de ressocialização deles para retornarem ao convívio social em sociedade.

Segundo a Sesp, foram 1.107 detentos do regime fechado que fizeram as provas. O maior número de inscritos entre os PPLs foi registrado na penitenciária de Rondonópolis, com 175, e na penitenciária de Água Boa, com 135.

Duas mulheres egressas do sistema penitenciário são aprovadas no Enem 2021 — Foto: Christiano Antonucci/Secom-MT

Egressas

Duas mulheres e um homem egressos do sistema penitenciário e acompanhados pela Fundação Nova Chance (Funac) também foram aprovados no Enem 2021.

Elas pretendem cursar Engenharia de Transporte, Engenharia Florestal e Geografia na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá.

De acordo com a Sesp, foram 16 egressos que fizeram o Enem.

Fonte: SECOM MT

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}