Quarta-Feira, 29 de Maio de 2024

Notícias

Terça-Feira, 02 de Janeiro de 2024 10:53

MT: Carregadores derrubam imagem do Senhor Bom Jesus na primeira missa do ano

O acidente com imagem santa assustou fiéis que assistiam a primeira missa do ano na catedral de Cuiabá, na segunda-feira (01.01). Equipe se preparava para sair em procissão com a réplica do Senhor Bom Jesus, padroeiro de Cuiabá, quando a estátua caiu no chão.


Vídeo de trecho da saída mostra o instante em que os 4 homens se preparam para sair da igreja com a imagem, contudo, há um desequilíbrio e a imagem cai. Gritos de religiosos ecoaram pela catedral diante do fato.


Segundo explicou o padre Deusdete Monge ao Gazeta Digital, a imagem é uma réplica usada em cerimônias fora da igreja. A imagem original fica guardada em local seguro a manter a conservação da peça.


“Já estamos em contato com a pessoa que fez ela para restaurar e também com pessoal de São João Del Rey, que é especialista neste tipo de trabalho. Quero reforçar que a imagem é uma réplica”, disse.
O religioso informou que a queda causou um dano na cabeça da imagem e que a parte fixa entre a imagem e o suporte não estava firme, o que contribuiu para a queda.
Ainda não há informações sobre valores e prazo para reparos no santo.
Por conta do acidente e da chuva em Cuiabá não houve procissão, somente missa e atividades dentro da igreja Basílica Bom Jesus de Cuiabá.

Na manhã desta terça-feira, a comunicação da arquidiocese emitiu a seguinte nota:

A Arquidiocese de Cuiabá informa que a imagem do padroeiro Senhor Bom Jesus de Cuiabá, que caiu do andor, na tarde de segunda-feira ,1º de janeiro de 2024, momentos antes da tradicional procissão na Catedral Basílica Senhor Bom Jesus de Cuiabá, não se trata da escultura original, que chegou na capital em 1729, mas sim, uma réplica.

 

Construída em madeira maciça de cedro e internamente reforçada com barras de ferro, a imagem possui peso considerável e, por não ser fixada corretamente no andor, acabou se desprendendo e caindo ao chão.

 

O padre Deusdédit Monge, o cura — sacerdote responsável pela administração de uma catedral — está providenciando a restauração da peça que está na igreja desde 2016 e produzida por um artesão em Minas Gerais.

 

Diante dessa realidade, conforme o chanceler da Arquidiocese de Cuiabá, padre Luilson Sávio, mais do que um acidente, é preciso compreender a situação com olhos espirituais, assim como a tradição da igreja sempre o fez. O sacerdote compartilhou a seguinte reflexão:

 

Caiu o Senhor Bom Jesus de Cuiabá!
Incidente ou sinal?

 

Denodadamente um sinal…

 

Quantas vezes caiu o Senhor? Apenas três como narram os Santos Evangelhos?

 

Bem o sabemos que não.

 

Cai o Bom Jesus pelos nossos pecados, de toda a humanidade.

 

Caia o Bom Jesus pelas guerras, divisões e exploração do homem pelo homem;

 

Cai o Bom Jesus quando, na sua igreja, padres e leigos vilipendiam o Santo Padre, o Papa Francisco, Seu vigário na terra.

 

Senhor, tende piedade de nós.

 

Padre Luilson Sávio

 

 

Fonte: Gazeta Digital

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}