Domingo, 17 de Outubro de 2021

Notícias

Sábado, 31 de Julho de 2021 08:51

Cuiabá pode ter frio de 3 graus; frentes frias seguem até setembro

O doutor em meteorologia da UFMT, Rodrigo Marques, explicou que frentes frias tão fortes acontecem de tempos em tempos e, historicamente, com maior incidência no mês de julho.

Cuiabá foi marcada pelo ‘clima gelado’ por quase todo mês de julho. Foram várias massas de ar frio que passaram pelo Centro-Oeste fazendo com que a capital mato-grossense batesse recordes de temperaturas baixas dos últimos 40 anos. O  apurou que o frio pode ficar ainda mais severo.

O doutor em meteorologia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Rodrigo Marques avalia que apesar de raras, temperaturas tão baixas na Capital não são uma ‘anormalidade’ e acontecem de tempos em tempos.

“Assim como já aconteceu na década de 70, quando Cuiabá chegou a registrar temperatura de 3,3 graus, a Capital pode enfrentar novamente frio na casa dos 3 graus”, disse o doutor.

 

Rodrigo Marques explicou que o frio registrado no dia 1º dia de julho, 5,9 graus, quebrando o recorde de frio de 20 de julho de 1981, 6 graus, foi uma frente fria que veio do Sul do Continente, com características de um ar muito frio que derrubou as temperaturas.

Ressaltou ainda que as frentes frias são comuns sobretudo entre os meses de maio e setembro e historicamente as menores temperaturas são registradas no mês de julho.

“Frente frias tão fortes acontecem de tempos em tempos. Embora rara não é uma anormalidade. Assim como no ano passado, 2020, quase não tivemos frentes frias e foi o período anual mais quente já registrado. As frentes frias diminuem o calor e aumentam a umidade do ar, além de as chuvas no tempo seco dependerem delas [frentes frias]”, disse o especialista.

Ainda levando em consideração a grande incidência de frentes frias em nossa região neste período, o professor aponta que é bem possível que continue até o mês de setembro.

"Só há como prever frios tão intensos com alguns dias de antecedência. Entretanto, a frequência de frentes frias que já atuaram aqui este ano indica que devemos ter mais frentes frias até setembro".

Leia também

Tempo em Chapada assusta moradores e traz prévia do frio dos próximos dias

Massa de ar polar derruba temperatura e semana será gelada em Cuiabá

Perfil histórico

De acordo com os dados da série histórica da Estação Meteorológica Convencional do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), desde 1960, o sétimo mês do ano é o período mais propenso aos recordes de quedas na medição climática.

Considerando os dados, em 7 de julho de 1969 Cuiabá marcou 4.6 graus. Nos dias 18 e 19 de julho de 1975, os cuiabanos enfrentaram temperatura de 3 graus.

Fonte: reporter mt

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}