Quarta-Feira, 21 de Abril de 2021

Notícias

Quinta-Feira, 18 de Março de 2021 09:34

Covas confirma 1ª morte na fila por leito em SP e diz que lockdown na cidade é 'inviável'

Prefeito afirmou que município não tem efetivo de segurança para decretar medidas mais rígidas de isolamento social. Ele disse que gestão municipal deverá antecipar feriados para frear avanço da doença.

O prefeito Bruno Covas (PSDB) confirmou a primeira morte por falta de leito de UTI na cidade de São Paulo e disse ser inviável decretar um lockdown no município.

De acordo com Covas, a prefeitura deverá anunciar nesta quinta (18) a antecipação de feriados para tentar conter a pandemia.

"Essa medida se mostrou eficiente no ano passado, é uma das que a gente pode anunciar agora no final da manhã", afirmou ele entrevista à GloboNews.

"Se a gente conseguir 15 dias que as pessoas consigam voltar aos índices de isolamento do início da pandemia, a gente já consegue uma melhora na quantidade de casos e internações. Precisamos desse prazo de 15 dias que os especialistas da vigilância apontaram para conseguir colocar a curva para baixo e atender todo mundo na cidade", completou.

Segundo o prefeito, a capital paulista não tem efetivo de segurança para implementar medidas restritivas mais rígidas.

"No município é inviável decretar lockdown. A gente tem 1.000 guardas da GCM (Guarda Civil Metropolitana). É inviável fiscalizar se as pessoas estão saindo de casa com mil guardas", afirmou.