Terça-Feira, 27 de Fevereiro de 2024

Notícias

Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2024 09:13

Com 46 casos, taxa de feminicídio em MT é 90% superior à média brasileira, diz Ministério da Justiça; 5 em Sorriso

Mato Grosso tem a maior taxa de feminicídio do Brasil, segundo o painel divulgado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) referente ao ano de 2023.

O levantamento aponta que o índice desse tipo de crime no estado, para cada grupo de 100 mil habitantes, é de 1,26, enquanto a taxa média nacional é de 0,66 para o mesmo grupo de 100 mil habitantes. Isso significa que a taxa regional é 90.9% maior que a média de todo o País.

No ano passado, foram registrados 46 casos de feminicídio em Mato Grosso, que tem população de 3,6 milhões de pessoas. Thays Machado, Cristiane Tirloni, Eduarda Alexandra Dutra, Emily Bispo, Joicemara Baltazar de Moraes e Cleci Calvi Cardoso, são seis desse total de feminicídio, em 2023. 

Os dados são compilados a partir das informações entregues pelos próprios estados e Distrito Federal ao MJSP.

Entre as cidades mato-grossenses, Cuiabá e Sorriso aparecem com cinco feminicídios cada. Um deles chamou atenção nacional, que foi a chacina envolvendo mãe e filhas, em Sorriso. Elas foram estupradas e mortas a  facadas.

Sinop surge com três casos, seguida de Cotriguaçu, Juína e Querência, todas com dois registros em 2023.

Outros no ranking

Com população ainda menor (1,6 milhão de pessoas),  Tocantins vem logo em seguida de Mato Grosso, apresentando taxa de 1,10 feminicídios por 100 mil habitantes. Mato Grosso do Sul surge em terceiro, com taxa de 1,07 e o Distrito Federal, em quarto, com taxa de 1,04.

Para se ter uma comparação, enquanto MT teve 46 feminicídios registrados em 2023, essas regiões tiveram, respectivamente, 18,31, 33 casos registrados.

Em todo o Brasil, foram registrados 1.422 casos de feminicídio, cerca de 4 por dia.

Fonte: Repórter MT

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}