Domingo, 25 de Julho de 2021

Notícias

Segunda-Feira, 19 de Julho de 2021 10:42

Aventureiro que percorre o Brasil de bicicleta "fica a pé" ao passar por MT

César Schommer parou em Sorriso para descansar, mas teve seu meio de transporte furtado durante a noite da última sexta-feira.

O ex-caminhoneiro César Schommer teve sua bicicleta furtada na última sexta-feira (16), do pátio de um posto de combustível na BR-163, no município de Sorriso (420 km de Cuiabá). Ele deixou a família em Guaraciaba, Santa Catarina, para conhecer o Brasil pedalando.

Segundo a vítima, ele passava pelo município quando resolveu parar no estabelecimento para tomar banho, comer e descansar. No entanto, durante a madrugada, um homem – ainda não identificado – furtou a bicicleta.

Câmeras de segurança do posto teriam registrado o crime. Em entrevista ao JKNotícias, o ex-caminhoneiro explicou que não costuma ficar em hotéis, que monta uma barraca em postos para poder descansar e se alimentar.

 

Leia também

SW4 roubada de advogado morto com tiro na cabeça é recuperada pela PM

Na noite de sexta, ele fez como de costuma e ao amanhecer sua bicicleta não estava mais lá.

"Quando cheguei no posto todos me falaram que ali era um lugar seguro e não tinha histórico de roubos. Sorriso é uma cidade tranquila e violência tem em qualquer lugar. No início eu achei que fosse até uma brincadeira do pessoal do posto, que pegou a bicicleta para esconder e me dar um susto, mas, após analisar as imagens, vi que foi um homem de idade que levou minha bicicleta", explicou.

O aventureiro espera poder encontrar sua bicicleta de volta, para que possa retomar sua viagem pelo país. Pedalando oito horas por dia, César já percorreu mais de 2.300 Km.

Quem tiver informações sobre a bicicleta deve ligar para 066 992051558 / 049 991749737 / 197 ou 190.

 
 
Fonte: reporter mt

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}