Domingo, 18 de Abril de 2021

Notícias

Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2021 18:11

Apesar do planejamento, Prefeitura de Sorriso aguardo decreto para confirmar retorno de aulas presenciais

Ari Lafin disse que o município vai "obedecer às ordens superiores"

O retorno às aulas presenciais na rede municipal de ensino em Sorriso está previsto para 1º de fevereiro, cujo trabalho, segundo a Prefeitura, vem sendo planejado pela equipe técnica da pasta desde o fim de 2020. Porém, hoje o prefeito, Ari Lafin, informou que o município aguardará o próximo decreto estadual. 

"Estamos preparados, mas vamos aguardar o decreto governamental. De forma extraoficial provavelmente o decreto dirá que não é momento de voltar as aulas. Porém, vamos avaliar isso. Se o governo orientar que não, vamos obedecer às ordens superiores. A hierarquia precisa ser obedecida", frisou Lafin. 

Para esclarecer dúvidas e garantir que os pais se sintam seguros para o retorno, segundo a secretária de Educação e Cultura, Lúcia Drechsler, a partir do dia 25 de janeiro será disponibilizado um canal direto de comunicação com a Semec: (66) 3544-8100. 

Ari frisa que o retorno às aulas, outro momento de preocupação, também será discutido hoje. “Nosso município está totalmente preparado e pronto para começar de forma gradativa, mas não somos uma ilha e vamos conversar com o governador e atender todos os decretos estaduais quanto ao retorno presencial também”, destaca.

Aulas remotas

A chefe da pasta de Educação e Cultura, Lúcia Drechsler, informou que enquanto não for definida a data para retorno das aulas presencialmente, as aulas seguirão de forma remota (atividades de ensino mediadas pela tecnologia). 

"Estávamos preparados para voltarmos de forma gradativa, e escalonadamente também. Porém, nesse momento existe também a preocupação com a curva acentuada do número de infectados. E nos foi pedido que recuássemos para não sobrecarregar a saúde". 

Rede estadual

Quanto às aulas da rede estadual de ensino, o Governo do Estado já informou que elas irão começar no próximo dia 8 de fevereiro, de forma não presencial (on line ou por meio de apostilas). A decisão levou em consideração o aumento no número de casos de Covid-19 no Estado e a crescente demanda por leitos de UTI.

Texto: Redação Portal Sorriso

Fonte: Portal Sorriso

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}