Caráter é aquilo que você é quando ninguém está te olhando. (Epícuro)
Saude |
Nova injeção promete curar a impotência sexual em 40 minutos
19 de Abril, 2017
Esta matéria tem:

Além de tratar a impotência sexual, a técnica não-cirúrgica pode ajudar no aumento do pênis e foi criada por um médico especialista em sexualidade

Esqueça aqueles famosos comprimidinhos azuis: há um novo tratamento que pode dar aos homens ereções mais firmes em apenas alguns minutos. Trata-se de um procedimento não-cirúrgico que consiste em uma injeção, promete resolver a temível impotência sexual e ainda ajudar a aumentar o tamanho do pênis.

 

A disfunção erétil, mais conhecida como impotência , nada mais é do que a incapacidade de ter e manter uma ereção. No Reino Unido, por exemplo, estima-se que cerca da metade dos homens de 40 a 70 anos sofrem com essa condição em algum momento da vida. Vale lembrar que isso não é algo que afeta apenas caras em idades mais avançadas.

Para reverter esse quadro, ao longo dos anos, os homens apelaram para aqueles medicamentos que ajudam a animar o pênis, o Viagra, mas um novo tratamento pode resolver de vez esse problema e melhorar a sensibilidade do membro.

Resultados em 40 minutos

A injeção foi criada pelo médico americano especializado em questões de sexualidade Charles Runels e pode solucionar o problema de ereção em apenas 40 minutos. A parte ruim é que o valor para receber a picada é alto, sendo necessário desembolsar 1 mil libras (aproximadamente R$ 4 mil). O procedimento envolve o sangue do próprio paciente, que é retirado e, em seguida, injetado em áreas específicas do pênis usando uma agulha fina.

O criador do procedimento explica ao portal britânico “Daily Star” como esse tratamento pode melhorar a vida sexual do homem: “A injeção aumenta o fluxo de sangue e a circulação no pênis. Portanto, o paciente terá uma maior sensibilização no membro”.

Em alguns casos, os resultados são imediatos, mas também podem levar até quatro semanas para entrar em vigor. “O tratamento melhora o fornecimento de sangue e desencadeia a regeneração dos tecidos aumentando a firmeza das ereções, assim o paciente será capaz de manter a ereção por mais tempo, melhorando o prazer sexual”, explica o médico.

Outro benefício é que a invenção também é eficaz no tratamento da doença de Peyronie , uma condição que torna as ereções dolorosas, pois o pênis fica muito envergado, dificultando as relações sexuais.

Aumento peniano

Fora isso, o tamanho do pênis também pode aumentar, mas isso só acontece se a injeção for aliada a outros medicamentos. “O pênis será esticado – é uma antiga técnica africana conhecida como ‘ordenhar’ o pênis”, fala Charles. Os resultados variam, mas há relatos de pacientes que tiveram aumentos consideráveis.

“Geralmente o paciente verá um aumento no estado flácido após quatro a seis semanas e um aumento no estado ereto depois de quatro a seis meses”, diz o especialista. Ou seja, além de resolver o problema de impotência, o pênis ainda pode ficar maior. E aí, ficou convencido a encara uma agulhada?

Fonte:24 horas new
+ FOTOS DESTA NOTICIA
  COMENTARIOS
  Deixe seu comentario nesta noticia:
CAPTCHA code
PATROCINADORESCLICNOTICIAS