O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos. Elleanor Roosevelt
Saude |
Mulher morre em Hospital de Cuiabá após cirurgia plástica
14 de Maio, 2018
Esta matéria tem:

Morreu neste domingo (13) Daniele Bueno, vítima de complicações ocorridas durante uma cirurgia plástica realizada na última quinta-feira (10), no Hospital Militar, em Cuiabá. A cirurgia teria sido feita por meio do programa “Plástica para Todos”.

Daniele foi reanimada após parada cardíaca e encaminhada para o Hospital Sotrauma, também na Capital, pois o Hospital Militar, onde foi realizada a cirurgia, não possui Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Casada e mãe de uma garotinha, Daniele teve a morte cerebral confirmada no fim da tarde deste Dia das Mães.

Daniele iria fazer uma “lipoescultura” e redução dos seios.

O “Plástica para Todos” é apresentado como um programa de baixo custo para quem deseja fazer os mais variados tipos de procedimentos estéticos. Segundo a propaganda, as cirurgias podem ser pagas em até 24 vezes no boleto e 12 vezes no cartão crédito ou crediário.

A reportagem também entrou em contato com a esposa de Daniele, Simone Bueno, que preferiu não comentar o assunto no momento.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Queremos informar as nossas diamantes sobre alguns comentários e rumores que estão circulando em redes sociais informando o falecimento de uma paciente que foi submetida a um procedimento cirúrgico na capital Cuiabá. (CIRURGIA PLÁSTICA).

Ressaltamos que a cirurgia acima citada não foi realizada pelo Dr. Eduardo Sauter e não foi realizada no Hospital Sotrauma.

A cirurgia foi realizada em outro hospital e devido ao estado clínico da paciente a mesma foi transferida para UTI do hospital SOTRAUMA que prestou toda assistência necessária.

HOSPITAL SOTRAUMA

Em entrevista ao LIVRE, um cirurgião de Cuiabá, membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, disse que a entidade repudia esse tipo de programa, justamente pela suposta não observância de 100% dos cuidados que envolvem esse tipo de cirurgia.

A reportagem do LIVRE tentou falar com algum representante do Programa Plástica para Todos, mas não obteve êxito. O espaço está aberto para manifestação e esclarecimentos. A reportagem também entrou em contato com o Hospital Sotrauma, que informou que boletins de pacientes são repassados apenas para familiares. O hospital ressaltou também que não realizou o procedimento estético-cirúrgico. 

 

 

Fonte:24 horas news
+ FOTOS DESTA NOTICIA
  COMENTARIOS
  Deixe seu comentario nesta noticia:
CAPTCHA code
PATROCINADORESCLICNOTICIAS