Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, haverá guerra. Bob Marley
Saude |
Campanha Nacional de Vacinação começa na próxima segunda-feira (6/8)
31 de Julho, 2018
Esta matéria tem:

Preocupados com a diminuição das taxas de imunização no país, que já apresenta queda a três anos, e com os casos recentes das doenças, o Ministério da Saúde anuncia nesta terça-feira (31/7) o início da Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite e sarampo. A campanha começará efetivamente na próxima segunda-feira (6/7), e ocorrerá até o final do mês de agosto.

A meta é imunizar 95% do público alvo. Mais suscetíveis ao vírus, e principais fontes para a circulação do mesmo, as crianças são o principal grupo de risco. O Ministério faz um apelo aos pais e a sociedade como um todo, para que essas 11 milhões de crianças possam ser vacinadas.

Na ultima campanha de vacinação contra a gripe foram constatados menores índices de imunização entre o público infantil, pois crianças dependem que um responsável as leve. Com investimento de 72 milhões de reais, haverá ampliação no horário de atendimento nos postos de saúde e parcerias com escolas e creches do país, para que se consiga atender toda a população.

A vacina tríplice viral deve ser tomada pela primeira vez aos 12 meses, e a segunda dose aos 15 meses de idade (tetra viral). Crianças de 5 a 9 anos e jovens de 10 a 29 anos que perderam o prazo de vacinação anterior, devem tomar duas doses da tríplice. Já adultos entre 30 e 49 anos devem tomar uma única dose. Excepcionalmente para o público infantil, a orientação atual é que mesmo que já tenham sido vacinadas, as crianças compareçam para tomar uma dose de reforço.

O sarampo e a poliomielite, conhecida como paralisia infantil, são doenças graves e infecciosas que só podem ser evitadas através de vacina. O Brasil enfrenta atualmente dois surtos de sarampo, em Roraima e no Amazonas, cinco mortes já foram registradas até o momento no país.

Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo. De acordo com um balanço feito pelo Ministério da Saúde, os surtos recentes estão relacionados á imigração de venezuelanos, comprovada pela identificação do genótipo do vírus (tipo D8), o mesmo que circula na Venezuela. Já a pólio teve seu último caso registrado em 1989.

No dia 18 de agosto ocorrerá o dia D de vacinação, todos os estados do Brasil já receberam 28 milhões de doses da vacina, injetáveis e orais. A tríplice viral protege contra o sarampo, rubéola e caxumba. O Ministério faz um apelo também pelo combate a circulação de fake news, que levam informações erradas sobre as doenças, vacinas e datas referentes a campanha.

Jornalista: Victória Fernandes

 

Fonte:24 horas news
+ FOTOS DESTA NOTICIA
  COMENTARIOS
  Deixe seu comentario nesta noticia:
CAPTCHA code
PATROCINADORESCLICNOTICIAS