O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos. Elleanor Roosevelt
Politica | MÁQUINA INCHADA
TCE revela que 43% dos servidores do Estado são comissionados e contratados
21 de Agosto, 2018
Esta matéria tem:


 


No Estado, 35 mil servidores não são concursados; TCE investiga fato

Cerca de 60% da receita corrente do Governo do Estado de Mato Grosso é destinada ao pagamento de folha de servidores públicos o que totalizou o valor de R$ 9 bilhões em 2017. Se somar aos servidores dos 141 municípios, o montante chega a R$ 14 bilhões, sendo R$ 5 bilhões da administração municipal. A fiscalização da aplicação desses recursos é do Tribunal de Contas que verifica, além do pagamento, a realização de concurso e a contratação dos profissionais.

Para intensificar a fiscalização com pessoal, o TCE criou a Secretaria de Controle Externo de Atos de Pessoal. A unidade é fruto da Reestruturação da Área Técnica que trouxe importantes mudanças para o controle externo, entre elas a desvinculação das Secex dos Gabinetes de conselheiros.

A Secex especializada trata dos recursos aplicados na folha de pagamento e é composta por dois supervisores, Cleu Borelli e Jessé Mazieiro Pinheiro, sob a liderança do secretário Osiel Mendes de Oliveira. A admissão de pessoal por concurso ou processo seletivo é um dos temas que a Secex vai observar, além da realização de auditorias de conformidade na folha de pagamento com o intuito de averiguar e inibir casos de nepotismo, funcionários fantasmas e ainda será realizado o monitoramento dos acórdão sobre acompanhamento de acúmulo de cargos e denúncias que dizem respeito a pessoal.

Isso porque quando aprecia a prestação de contas dos gestores, o TCE pode fazer recomendações e elas precisam ser acompanhadas a fim confirmar se as falhas foram corrigidas. Em relação ao acúmulo de cargos, está em desenvolvimento junto ao Tribunal de Contas de União (TCU) um programa para identificar tais situações além de remunerações acima do teto.

INCHAÇO

Os contratos temporários também são alvo de auditoria. Só em 2017, o Estado nomeou temporariamente mais de 35 mil funcionários comissionados e terceirzados, o que representa 43,51% dos quantitativo de servidores ativos.

O âmbito da Secex são todas as unidades gestoras dos Poderes Executivo, Judiciário e Legislativo e serão estabelecidas rotinas para apurar as denúncias e representações relacionadas ao tema de maneira dentro dos prazos estabelecidos.

 

Fonte:FOLHAMAX
Autor:Da Redação
+ FOTOS DESTA NOTICIA
  COMENTARIOS
  Deixe seu comentario nesta noticia:
CAPTCHA code
PATROCINADORESCLICNOTICIAS