As ideias das pessoas são pedaços da sua felicidade. William Shakespeare
Politica |
Bolsonaro vem a MT dia 5 construir palanque conservador com Rossato ao governo e Medeiros para o Senado
19 de Março, 2018
Esta matéria tem:

Apontado com perfil quase messiânico por parcela considerável dos eleitores, o deputado fluminense Jair Bolsonaro (PSL), pré-candidato à Presidência da República, estará em Cuiabá no próximo dia 5 de abril, para iniciar a construção do seu palanque em Mato Grosso. A pretensão inicial era uma grande evento no Centro de Eventos do Pantanal, no Ribeiro do Lipa, mas a própria assessoria de Bolsonaro pediu “um encontro de trabalho” e a reunião deve ocorrer em auditório de um hotel de Cuiabá, ainda a ser confirmado.
 
O pré-candidato ao governo do Estado, ex-prefeito Dilceu Rossato (PSL), de Sorriso, observou que sente nas ruas, nas redes sociais e na vida profissional a confiança da maioria no projeto de Bolsonaro para um novo Brasil. “É importante este diálogo com os aliados e, por conseqüência, com os simpatizantes. Afinal de contas, são os que farão as propostas chegarem até à sociedade e trabalhar no convencimento corpo-a-corpo”, argumentou ele.

Leia Mais:
- Rossato defende posse de arma, enaltece Bolsonaro e se vê no 2º turno ao governo de MT
 
- “Até casamento acaba”, dispara Medeiros sobre rompimento com Taques e busca de rumo próprio

No entanto, a organização do encontro ficará a cargo do senador José Antônio de Medeiros, presidente do Podemos; e vereador Wilson Nonato Kero Kero, do PSL de Cuiabá, porque Dilceu Rossato estará fora do Brasil, na data marcada. “É um compromisso assumido desde o ano passado e vou honrar”, observou ele, sobre sua viagem internacional.
 
Dilceu Rossato afirmou que está conversando com diversos partidos que desejam compor uma Frentinha e, assim, estar no arco de alianças de Jair Bolsonaro.  A costura é levada adianta por José Medeiros e, mesmo havendo mais de um presidenciável, já que o senador paranaense Álvaro Dias (Podemos) está no páreo, o ex-prefeito de Sorriso não enxerga empecilhos. "Temos pelo menos nove partidos no arco de alianças e não se surpreendam se conseguirmos passar de 10", pontuou Rossato, para a reportagem do Olhar Direto.
 
Na busca por estruturar as pré-candidaturas da aliança, nos últimos 30 dias o grupo percorreu várias, inclusive Sinop, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sorriso e Cuiabá, entre outras. Rossato assegura o PSL  é bem recebido, assim como as propostas de mudanças almejadas pela população, porque não há vetos a ninguém.
 
“Eu entendo que não há nenhum candidato que ofereça a mudança que o PSL oferece. Sou adepto as propostas do Jair Bolsonaro”, sintetizou Rossato, que em 2016 foi candidato à reeleição para a Prefeitura de Sorriso e perdeu para o atua prefeito Ari Lafin (PSDB).

 
 
Fonte:olhar direto
+ FOTOS DESTA NOTICIA
  COMENTARIOS
  Deixe seu comentario nesta noticia:
CAPTCHA code
PATROCINADORESCLICNOTICIAS