As ideias das pessoas são pedaços da sua felicidade. William Shakespeare
Esportes-em-geral |
Começa amanhã, em Rondonópolis, a Final do Campeonato de Tiro de Mato Grosso
17 de Novembro, 2016
Esta matéria tem:

Começa amanhã, dia 18, e vai até domingo, dia 20, a 6ª Etapa e Final do Campeonato Estadual de Tiro – 2016, em Rondonópolis-MT (220 quilômetros de Cuiabá). Esta será a última etapa do Estadual, que já registrou mais de 500 inscrições esse ano. Sediada pelo Clube de Tiro Marechal Rondon, a competição vai receber cerca de 200 atletas do tiro prático e esportivo de todo Estado.

Nesses três dias de provas, os atiradores se alternarão em seis modalidades distintas do tiro: ISPC, Duelo aos Gongos, Saque Rápido, Silhueta Metálica, Trap Americano e Fuzil de Precisão. Esta última modalidade, fará estreia na premiação final do estadual.

O diretor técnico da Federação de Tiro de Mato Grosso, Fernando Raphael, vê com grande expectativa a realização desta etapa por ser uma prova de nível 3 e peso 2.  "Para o atleta do tiro prático e esportivo é importante participar de uma competição de nível avançado e ainda mais com peso 2, que na contagem dos pontos é uma oportunidade dobrada para os que estão na disputa do título de Campeão Estadual", explicou.

 

A FTMT

Fundada em abril de 1993, a Federação de Tiro de Mato Grosso conta hoje com aproximadamente 550 filiados, registrados nos 15 Clubes de Tiro municipais existentes atualmente no Estado.

A prática do esporte em todo Brasil é regulamentada e fiscalizada pelo Exército Brasileiro. O presidente da FTMT, Márcio Pollis, resume que ninguém entra num stand de tiro, ou clube, participa de qualquer competição sem que esta pessoa esteja devidamente documentada e autorizada pelo Exército. "Toda iniciação, autorização e renovação é feita pelo EB".

Vale informar, que em Rondonópolis também será realizada a Assembleia Geral da FTMT, para eleição da nova Mesa Diretora para o triênio 2017/2020.

 

MODALIDADES DO TIRO

 

ISPC - Considerada pelos seus competidores a modalidade de tiro mais dinâmica. O grande desafio é conseguir a maior pontuação no menor tempo possível, percorrendo "stages" ou pistas de diferentes cenários. Todas construídas atendendo regras rigorosas de segurança. Nelas são simuladas situações e obstáculos que exigem do atleta agilidade e concentração. Os atletas de IPSC são organizados em divisões de acordo com o tipo de arma do atirador. São elas:  Open, Standard, Classic, Production e Light. Nessa modalidade, em Mato Grosso, o atleta de IPSC, Carlos Alberto Molina, conquistou a vaga na Equipe do Mundial de IPSC, no último final de semana em Medianeira-PR. Molina ficou em 3º lugar na Final do Brasileiro e em 2017, vai representar Mato Grosso na França.

 

Duelo aos Gongos – Para os espectadores a mais emocionante das provas. O competidor tem 3 chances de derrubar, em menor tempo, cinco pratos metálicos distantes 1 metro entre si e 10 metros do competidor. Ao sinal sonoro, o competidor saca e resolve. Cada prato não derrubado, acrescenta 2 segundos ao tempo da prova. O recordista estadual é diretor técnico da FTMT, Fernando Raphael, que derrubou os 5 pratos em 2,25 segundos.

 

Saque Rápido - Até hoje ninguém conseguiu atingir a pontuação máxima dessa modalidade. Ao iniciar a prova, o atleta deve estar com as mãos acima dos ombros, arma carregada no coldre, e os disparos devem atingir o centro do alvo. São 5 alvos a distâncias de 5 a 15 metros, com tempos pré-determinados de 3 a 8 segundos para cada série de 5 disparos.

 

Silhueta Metálica - É considerada uma das modalidades mais difíceis. Possui características distinta do dinamismo das demais, pois exige estandes próprios. Os alvos são metálicos e lembram o perfil de galinhas, porcos, perus e carneiros. Eles são organizados em filas de 10 com distâncias entre 25 e 100 metros e o atirador tem 4 minutos para derrubar cada fileira. Concentração e muita precisão é a exigência básica para um competidor deste esporte.  

Trap Americano – Imagine um prato de aproximadamente 10 cm saindo sem direção definida, de uma casamata semienterrada distante a 15 metros, numa velocidade de 50km/h. Este é o cenário do competidor do Trap, que se repete 100 vezes, em 5 posições diferentes. Ganha o que acertar mais pratos. O nosso atleta, Fernando Zanquetti, alcança quase sempre a pontuação 99 de 100 pratos. Mês passado, em uma competição no Clube de Tiro de Sorriso, ele acertou 299 de 300 pratos.

 

Fuzil de Precisão de – Deitado, o competidor tem 10 minutos para acertar o centro de um alvo, que pode estar distante a 100, 200 e ou 300 metros. Claro, ganha aquele que atingir a pontuação máxima, com acertos concentrados no meio do alvo. Esse ano, é 1ª vez que teremos premiação no Campeonato Estadual.

 

O que – Campeonato Estadual de Tiro 2016

Quando – 18, 19 e 20 de novembro

Horário – das 8h às 15h30

Onde – Rondonópolis – Clube de Tiro Marechal Rondon,

Rodovia MT 130 KM 2,5 zona rural – 2km do centro da cidade

Contato – Tábata Almeida (65) 9 9907-0807

Fonte:Assessoria de imprensa
+ FOTOS DESTA NOTICIA
  COMENTARIOS
  Deixe seu comentario nesta noticia:
CAPTCHA code
PATROCINADORESCLICNOTICIAS