Não há arauto mais perfeito da alegria do que o silêncio. Eu sentir-me-ia muito pouco feliz se me fosse possível dizer a que ponto o sou. William Shakespeare
Cidades | CINESOLAR
MT recebe projeto que leva a magia do cinema às crianças
02 de Outubro, 2018
Esta matéria tem:

O já conhecido projeto Cinesolar, primeiro cinema itinerante do Brasil que exibe filmes a partir da energia solar, promovendo arte e sustentabilidade em diversas regiões do país, ganha uma nova vertente. De 1 a 9 de outubro, Santa Carmem (dia 1º.), São José do Rio Claro (dia 2 e 3), Nortelândia (dia 4), Jangada (dia 5), Campo Verde (dia 6) e Barra do Garças (dia 9), recebem a primeira temporada do Cinesolarzinho que, como o próprio nome sugere, é uma versão voltada exclusivamente para o público infantil, com programação exclusiva de curtas metragens para crianças e toda a família. As sessões, gratuitas e abertas ao público.

A iniciativa é lançada pela Brazucah Produções, com patrocínio das Águas de Santa Carmem, Águas de São José do Rio Claro, Águas de Nortelândia, Águas de Jangada, Águas de Campo Verde e Águas de Barra do Garças, empresas do grupo Aegea. O objetivo é levar a diversas cidades do País eventos instigantes das séries de cinema ao ar livre, democratizando o acesso às produções audiovisuais e promovendo ações sustentáveis através do projeto. A entrada é franca e conta com a participação de um apresentador que faz a mediação entre os filmes e o público.

Durante os eventos acontece também a Eco Estúdio Solar - exposição tecnológica sustentável. Dentro do veículo, infográficos e monitores mostram como funciona o carro e são passadas informações sobre os princípios básicos da energia solar (por exemplo: como a energia solar se transforma em energia elétrica). Além disso, são mostrados produtos de sustentabilidade e tecnologias renováveis, com aplicações práticas no dia-a-dia, como um instigante relógio de batatas. 

Em São José do Rio Claro, Nortelândia, Campo Verde e Barra do Garças, acontecerá também a Oficina de Cinema (Oficinemas Solares), onde, além de participarem de uma introdução ao mundo audiovisual, as crianças produzirão um curta-metragem, que será exibido à noite, junto com os outros curtas da programação.

De acordo com Cynthia, o objetivo do Cinesolar e, agora, do Cinesolarzinho, é democratizar o acesso às produções audiovisuais e promover ações sustentáveis. “Utilizamos energia limpa e renovável para exibições de filmes, unindo arte, cinema e sustentabilidade. Tudo funciona a partir de um veículo equipado com placas solares com autonomia de mais de 20 horas, que possibilitam, através de um sistema conversor de energia solar para elétrica, a exibição de filmes e apresentações artísticas. No interior do veículo, há assentos para o público e telão com metragem de 200 polegadas (que são levados para fora para a montagem da ‘sala de cinema’), além de sistema de projeção e até um EcoVJ”, afirma. 

Quando chegam às cidades tudo é retirado do veículo e o cinema é montado em lugares como praças públicas e quadras esportivas, principalmente em regiões “carentes”, como comunidades, aldeias indígenas e até mesmo cidades que não têm energia elétrica.  “Muitos destes municípios não contam com cinema e diversos espectadores tiveram a primeira experiência com a sétima arte através do Cinesolar, o que deve acontecer ainda mais no Cinesolarzinho”, diz Cynthia. “O novo projeto atende principalmente as crianças do nosso País. Pensar o futuro do Brasil é pensar em ações que impactem o imaginário infantil e que que possam dialogar também com os adultos que estarão nessas atividades com seus, filhos, sobrinhos e netos”, acrescenta.

“O principal objetivo da concessionária é fomentar e incentivar projetos que despertem a imaginação do público, criando espaços com variedades culturais e possibilitando acesso e informação à comunidade de vários bairros. A concessionária, além de promover saúde e bem-estar, visa ajudar na formação cultural da população local de onde estamos inseridos”, destaca Letícia Sant’Ana, coordenadora de Projetos Sociais da Aegea MT.

O Cinesolarzinho é uma realização da Brazucah Produções e do Ministério da Cultura, em parceria com a Associação Cultural Simbora e a Semearte Productil, através da Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet. Conta com o patrocínio da Aegea Saneamento, das Águas de Santa Carmem, Águas de São José, Águas de Nortelândia, Águas de Jangada, Águas de Campo Verde e de Águas de Barra do Garças e das seguintes empresas e entidades: Surya Brasil, Academia Ecofit, GIZ, Instituto Ideal, Fundação Holandesa Doen, Solar World Cinema, Festival Curta Brasília e Ecooar (por isso, todas as sessões têm a compensação de carbono em uma área de reflorestamento no interior de São Paulo).  Tem ainda o apoio tecnológico da Sices Solar e o apoio Institucional da Mercedes Benz.

 

Fonte:FOLHAMAX.COM.BR
Autor:Da Redação
+ FOTOS DESTA NOTICIA
  COMENTARIOS
  Deixe seu comentario nesta noticia:
CAPTCHA code
PATROCINADORESCLICNOTICIAS