As ideias das pessoas são pedaços da sua felicidade. William Shakespeare
Agronegocio | Restrições de acesso aos créditos rurais e aumento dos combustíveis são motivos de reclamação
Setor estima que medidas do Governo vão pesar no agronegócio
24 de Julho, 2017
Esta matéria tem:

Numa só tacada, o governo Temer impôs normas restritivas de acesso ao crédito rural de cooperativas e empresas integradoras e subiu o custo do combustível, que impacta diretamente nos fretes.

De acordo com a Consultoria Trigo & Farinhas, ambos afetam os custos de produção de todos os produtos agropecuários.

“No esforço de fechar as suas contas e ao invés de aumentar diretamente os impostos, o governo está tentando diminuir as suas despesas – e do lado errado, diga-se de passagem, cortando do agronegócio, que é produtivo e aumentando os gastos públicos, especialmente com os deputados, como se vê todos os dias”, lamenta o analista sênior da T&F, Luiz Carlos Pacheco.

No setor agropecuário, o governo impôs restrições de acesso aos créditos rurais, agora limitados a R$ 600 milhões por cooperativa neste ano, R$ 500 milhões em 2018 e R$ 400 milhões em 2019. Até este anúncio e durante os últimos 40 anos, este crédito não tinha limites e os juros eram subsidiados entre 7% e 8% ao ano.

Além disso, os bancos só podem conceder a estas organizações do agronegócio 25% do seu limite de crédito. A partir de agora, o que ultrapassar estes limites deverá ser tomado no mercado normal, a juros mínimos entre 10% e 11% a.a.

Além disso, o aumento do PIS/COFINS sobre os combustíveis, que incidirá num aumento de R$ 0,41/litro de combustível, afetará todas as etapas de custos agropecuários, desde a produção até toda a logística de entregas, quer das matérias primas, quer dos produtos acabados.

“Os fretes são a parte mais perversa da comercialização de qualquer produto, porque aumentam o custo dos compradores e não aumentam a renda dos vendedores (e, na maioria das vezes, nem a dos transportadores, porque os aumentos vão diretos para o governo ou para a Petrobras)”, aponta Pacheco.

Fonte:http://portalsorriso.com.br/noticia/setor-estima-que-medidas-do-governo-vao-pesar-no-agronegocio
+ FOTOS DESTA NOTICIA
  COMENTARIOS
  Deixe seu comentario nesta noticia:
CAPTCHA code
PATROCINADORESCLICNOTICIAS