O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos. Elleanor Roosevelt
103407 |
Construção de dois Cemeis por meio do ProInfância proporcionará mais 480 vagas para crianças
18 de Novembro, 2013
Esta matéria tem:

Começa no próximo mês a construção de mais dois Centros Municipais de Educação Infantil (Cemeis) em Sorriso, um no bairro Nova Aliança e outro no Rota do Sol. A exemplo do Cemeis Caminhos do Saber, do bairro Jardim Primavera, que entrou em funcionamento neste ano, as unidades fazem parte do Programa Nacional de Reestruturação e Aparelhagem da Rede Escolar Pública de Educação Infantil, o ProInfância, do Governo Federal. Hoje, o prefeito em exercício, Ederson Dal Molin, e a secretária de Educação e Cultura, Silvana Perin Faccio, assinaram a ata de registro de preço para início das obras.  

Com capacidade de atendimento de 240 crianças de 0 a 4 anos em cada unidade, as edificações (do Tipo B, de acordo com a classificação do Ministério da Educação), terão uma área construída de 1.118,48 m², com oito salas, sendo quatro mobiliadas com berços, cadeiras de alimentação, armários, pias, trocadores e banheiras, e quatro mobiliadas com mesas, cadeiras e quadro negro. As salas também serão climatizadas e contarão com aparelho de som. A estrutura é composta ainda por cozinha, refeitório, lactário, fraldário, biblioteca, sala de informática, banheiros adaptados para as crianças, salas para secretaria, direção e coordenação, recepção, quadra de areia e parque infantil.

De acordo com o ProInfância, cabe ao município arcar com a doação do terreno e a terraplanagem, que já está em fase de conclusão do Nova Aliança e deve começar no bairro Rota do Sol. Para a construção das unidades, o Governo Federal deve investir mais de R$ 1,7 milhão em cada Cemeis, sendo que metade deste valor já está disponível. As duas obras serão edificadas com uma nova tecnologia, com a utilização de sistemas construtivos industrializados, que devem imprimir mais rapidez às obras.

De acordo com informações do MEC, grande parte dos componentes é produzida em fábricas e o trabalho no canteiro de obras se concentra na montagem dos componentes e ligações com outros sistemas existentes (hidráulico, elétrico e de fundações). Além do tempo, este sistema de construção também é mais sustentável, já que os sistemas de construção ditos “secos”, não mais baseados em uma tradição construtiva artesanal do concreto armado e alvenaria, proporcionam um canteiro de obras mais limpo, com menor geração de resíduos de construção e redução considerável do desperdício

"Quero comemorar com o povo de Sorriso e com toda nossa equipe esta conquista e esperamos que até o final do primeiro semestre as unidades já estejam prontas, com equipe montada e preparada para cuidar das crianças com segurança e qualidade na educação", declarou o prefeito em exercício, Ederson Dal Molin.

Para a secretária de Educação e Cultura, o aumento das vagas vem ajudar o município a cumprir o desafio de reduzir o déficit de vagas para crianças de 0 a 3 anos, já que atualmente, mais de duas mil crianças nesta faixa etária estão fora da escola. "Temos urgência na oferta destas vagas e queremos que até a metade do próximo ano, boa parte destas crianças já esteja matriculada nestas duas unidades, que vão contar, assim como a Caminhos do Saber já conta, com uma equipe de cerca de 70 profissionais, entre professoras, estagiárias e zeladoras", disse Silvana.

Tanto Dal Molin quanto Silvana reforçaram a importância de o município equacionar junto ao Governo do Estado a questão da educação no município, que deveria ser partilhada igualmente entre as duas esferas, mas, atualmente, o município responde por 70% do atendimento e o Estado apenas 30%. "Estamos em constante diálogo com Governo do Estado para que ele faça mais escolas no município, já que o ensino fundamental II (6.º ao 9.º ano), por exemplo, que deveria ser partilhado com o Estado, tem a maior parte desta demanda atendida pelo município", contextualizou Silvana, reforçando que, se esta demanda for equalizada, o município terá mais condições de ofertar vagas para a educação infantil e o ensino fundamental I (1.º ao 5.º ano).

Fonte:Redação Clichoje/Decom
PATROCINADORESCLICNOTICIAS